O que é um Japamala?

Atualizado: 6 de Jul de 2020


O japamala é um antigo instrumento espiritual utilizado para contagem de mantras. "Japa" é uma palavra em sânscrito, que significa repetir murmuro, sussurro. É a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade. "Mala" é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer "cordão de contas". Sendo assim, temos então duas correntes, uma espiritual, "Japa" e outra material, "Mala". O japamala ou mala, possui uma série de contas de oração comumente usado pelos Hindus , Budistas , Jainistas e alguns Sikhs para a prática espiritual. Geralmente é feito a partir de 108 contas, embora outros números também são usados. Há inúmeras explicações por que há 108 contas, porém esse número possui um significado religioso especial em várias tradições hindus e budistas:


27 Constelações x 4 Padas (peças) = ​​108

12 casas do zodíaco x 9 planetas = 108

Upanishads ou as Escrituras dos Vedas = 108

Soma dos números - 1+0+8 = 9 (Número sagrado em diversas culturas)


Assim, quando recitamos ou contamos o número 108, estamos realmente lembrando o universo inteiro. Isso nos lembra o fato de que o Eu universal é onipresente, a natureza inata do Eu. O uso do número 108 refere-se também aos 108 canais astrais principais que vão do coração do corpo sutil para o restante do corpo sutil. Esses canais podem ser comparados a vasos nervosos astrais ou veias de sangue. Repetir um mantra 108 vezes transmite energia para cada um desses canais.

A última conta do mala é chamada Meru, que em sânscrito significa "montanha", ela contém o poder acumulado de todo o mantra praticado. Quando usamos um japamala não devemos "saltar" a última conta. Espiritualmente, meru é uma "montanha" de reservas de energia espiritual, ela tem poder. Durante a repetição de um mantra, o Mala é completado quando o Meru é alcançado. Para continuar repetindo o mantra, deve começar a contagem de trás para a frente a partir do meru. Assim, em longas sessões de mantra, a contagem percorre todo o Mala até o Meru e retoma e depois todo o Mala novamente e de volta ao começo.


Instrumento de Poder


Seu Japamala pode ser imantado com o poder do mantra, para isso você precisará praticar frequentemente e utilizar um material natural para que a energia possa impregnar no Japamala. Sendo assim, ficará carregado da energia do poder do mantra entoado / murmurado / meditado, e você poderá colocá-lo ligeiramente sobre si ou em outros, para transmitir a energia do mantra, armazenada na mandala de luz, formada em seu Mala.


Materiais

Em geral, são usados malas feitos de diversos tipos de material, entre eles os seguintes:

  • Madeira de sândalo: É um material usado para diferentes finalidades e que pode ser usado para qualquer prática espiritual.

  • Tulasi ou madeira de manjericão: O manjericão é uma erva amplamente usada na culinária oriental e ocidental. Algumas plantas da família do manjericão crescem a ponto de se tomarem bastante grandes e seus galhos tomarem-se madeira, usada juntamente com areia para a confecção de contas de malas. Os mantras que invocam as energias de Rama ou Krishna, ambos manifestações do deus Vishnu, são intensificados pelo uso deste material. Também as invocações das energias femininas de Lakshmi e Saraswati são intensificadas pelo uso deste material.

  • Madeiras e Sementes em Geral: Esses japamalas são utilizadas para todos os tipos de mantras sem restrições

  • Contas de cristal: Vários tipos de cristal podem ser usados para a confecção de belos malas, que podem também se tomar receptáculos de poder espiritual. Você pode fazer malas para seu uso próprio e de outras pessoas. São presentes maravilhosos para se dar às pessoas com inclinações espirituais.

  • Rudraksha: É uma pequena baga que fica dura e pode ser perfurada e perpassada por um fio. É considerada como capaz de intensificar o poder dos mantras de Shiva (masculino) e Durga (feminino). Ela também pode ser usada para o mantra Gayatri , apesar de nesse caso o tulasi e o sândalo serem mais comumente usados.

Como Mantrar com a seu Japamala?

Segurando o japamala na mão direita, deixe que ela fique apoiada sobre o dedo do médio (o dedo indicador não deverá tocar as contas, ficando estendido durante todo o período da entoação dos mantras, conforme a figura dá esquerda).

Comece sempre pela conta seguinte à grande conta, o “Meru”, que representa a divindade que condensa toda a potencias energética dos mantras recitados. O Meru é apenas o ponto inicial e final da contagem das contas, não sendo contada nos mantras. Puxe as contas do seu japamala sempre em sua direção, usando seu polegar para puxar cada conta enquanto recita o mantra escolhido. Uma conta é puxada a cada repetição do mantra. O polegar representa seu chakra da garganta e o dedo do meio representa o éter divino do chakra do coração, este mudra (posição de mãos) aumenta nosso poder de comunicação com as esferas divinas.


Um japamala pode ser um colar ou uma pulseira. A pulseira deve ter 27 contas, que precisarão ser contadas por 4 vezes para completar 108. A utilização de japamalas em conjunto com os mantras aumenta a felicidade e a capacidade de meditação. Mantenha a mente firme prestando a atenção em sua respiração, nas contas e em seu mantra.


#hinduísmo #budismo #mantra

530 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
INFORMAÇÕES
CONTATO
Serpente Sagrada | CNPJ 33.292.118/0001-90 | Rua Duarte de Azevedo 543 Santana - São Paulo/SP  CEP 02036-022
Prazos de entrega dos produtos variam de acordo com disponibilidade. Pronta entrega são postados no Correios em até 5 dias úteis e encomendas são combinadas à cada caso, nos consulte.